Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Jovem explorador polar atravessou Antárctida para alertar para as alterações climáticas

por Mäyjo, em 01.12.14

Jovem explorador polar atravessou Antárctida para alertar para as alterações climáticas

Parker Liautaud estabeleceu, em 2013 ,o recorde para a pessoa mais rápida a caminhar sem ajuda até ao Pólo Sul. O estudante de 19 anos, de ascendência francesa e americana, percorreu em 18 dias os cerca de 505 quilómetros que separam a costa da Antárctida do pólo, superando o anterior recorde alcançado pelos noruegueses Ottar Haldorsen e Jacob Melan em quase quatro dias.

Porém, este jovem explorador teve uma abordagem bastante diferente dos outros exploradores. Quando iniciou a sua jornada, um dos objectivos era recolher cerca de 2.500 amostras para que as alterações climáticas possam ser estudadas por instituições académicas, já que o objectivo primordial da sua aventura no Pólo Sul era alertar para as alterações climáticas.

Liautaud iniciou a sua jornada a 6 de Dezembro de 2013 em Ross Ice Shelf e alcançou o Pólo Sul na véspera de Natal. O jovem estudante da Universidade de Yale foi acompanhado por Doug Stoup. Os dois exploradores puxaram trenós de material com cerca de 80 quilos cada, enfrentando temperaturas de 50 graus Celsius negativos.

“O que quisemos fazer foi aproveitar uma história envolvente em que as pessoas poderiam ser uma parte de uma região que está a ser significativamente atingida pelas alterações climáticas”, afirmou o jovem à Reuters.

Liautaud espera que a expedição possa informar e convencer a população acerca dos perigos reais das mudanças climáticas. “Não há a consciência de que existe um consenso entre a comunidade científica acerca da existência do aquecimento global”, indica o explorador. “As pessoas não estão só divididas sobre a questão como não falam sobre o problema”, acrescenta.

Segundo o Huffington Post, as amostras recolhidas por Liautaud estão a ser analisadas por uma instituição de investigação na Nova Zelândia que está a estudar as mudanças na composição do solo e gelo que podem vir a esclarecer melhor as alterações do clima na região em questão

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23

Projeto de conservação de aves marinhas nos Açores foi considerado um dos melhores a nível europeu

por Mäyjo, em 01.12.14

O projeto “Ilhas Santuário para as Aves Marinhas” implementado nos Açores pela SPEA foi considerado um dos melhores a nível europeu. O projeto é um dos 11 finalistas dos prémios “Best LIFE Projects 2013”, que reconhecem as iniciativas cofinanciadas pela Comissão Europeia que tiveram maior impacto, sendo candidato à distinção “Best of the Best”.

“O projeto decorreu durante quatro anos na Ilha do Corvo e no Ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel e visou a conservação das importantes colónias de aves marinhas aí existentes, incluindo a criação de duas reservas biológicas e a construção da primeira vedação antipredadores do Atlântico”, explica a SPEA em comunicado.

Realizado em parceria com o Governo Regional dos Açores, a organização conservacionista britânica Royal Society for the Protection of Birds e a Câmara Municipal do Corvo, este projeto pioneiro beneficiou ainda da colaboração dos habitantes da ilha do Corvo, nomeadamente da comunidade escolar.

Os prémios “Best LIFE Projects ” são atribuídos anualmente, distinguindo os projetos LIFE em fase de conclusão que contribuíram de forma significativa para melhorias ambientais, económicas e sociais de forma imediata ou a longo-prazo.

Os galardões serão entregues a 29 de abril, numa cerimónia que terá lugar em Bruxelas e durante a qual serão conhecidos os três projetos eleitos “melhores entre os melhores”. Para além do “Ilhas Santuário para as Aves Marinhas”, há um outro projeto português entre os finalistas dos Prémios, que se tornam automaticamente candidatos à distinção máxima.

Fonte: SPEA – CI

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:03


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D